terça-feira, 30 de novembro de 2010

Tudo a Seu Tempo



Inspiração de momento
Perdeu-se no vento
Tanto sentimento
E pouca expressão

Não faça mau julgamento

Tenha discernimento
Pois terra e cimento
Fazem diferentes castelos

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O que amamos está sempre longe de nós


O que amamos está sempre longe de nós

e longe mesmo do que amamos - que não sabe
de onde vem, aonde vai nosso impulso de amor.

O que amamos está como a flor na semente,
entendido com medo e inquietude, talvez
só para em nossa morte estar durando sempre.

Como as ervas do chão, como as ondas do mar,
os acasos se vão cumprindo e vão cessando.
Mas, sem acaso, o amor límpido e exato jaz.

Não necessita nada o que em si tudo ordena:

cuja tristeza unicamente pode ser
o equívoco do tempo, os jogos da cegueira
com setas negras na escuridão.

A Rosa Desfolhada


Tento compor o nosso amor
Dentro da tua ausência
Toda a loucura, todo o martírio
De uma paixão imensa

Teu toca-discos, nosso retrato
Um tempo descuidado
Tudo pisado, tudo partido
Tudo no chão jogado

E em cada canto
Teu desencanto
Tua melancolia
Teu triste vulto desesperado

Ante o que eu te dizia
E logo o espanto e logo o insulto
O amor dilacerado
E logo o pranto ante a agonia

Do fato consumado
Silenciosa
Ficou a rosa
No chão despetalada

Que eu com meus dedos tentei a medo
Reconstruir do nada:
O teu perfume, teus doces pêlos

A tua pele amada
Tudo desfeito, tudo perdido
A rosa desfolhada

Casita


Como é doce e triste por vezes ouvir
Algum som antigo trazido à memória,
E ver, como em sonhos, algum rosto querido,
Trecho de paisagem, campo, rio ou vale,

Lembrança tão breve, triste e agradável,
Algo que recorde o tempo bom da infância.
Então em dor feliz as lágrimas brotam,
Esse choro subtil que na mente aguarda,

E tudo o já sentido - campo, rio e voz -
Toma outro alcance, na memória adornado,
E lento emerge em fantasiosa luz.
Mas, ai, eis que acordo p'los sonhos traído!

O que sinto e ouço apenas ilusão,
Porque o passado não pode regressar.
Estes campos não são os que eu conheci,

Os sons não são os que ouvi; tudo passou
E tudo o que é passado, ai, não volta mais.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010


Que segredos tem teus beijos
Que te mantém a meu lado
Junto, bem junto, colado....
Mesmo distante de mim?

Porque as pessoas entram na sua vida



Pessoas entram na sua vida por uma “Razão”, uma “Estação” ou uma “Vida Inteira”.Quando você percebe qual deles é, você vai saber o que fazer por cada pessoa.Quando alguém está em sua vida por uma “Razão”… é, geralmente, para suprir uma necessidade que você demonstrou. Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade, te fornecer orientação e apoio, ajudá-lo física, emocional ou espiritualmente. Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e são! Elas estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá. Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte, ou em uma hora inconveniente, esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa para levar essa relação a um fim. Ás vezes, essas pessoas morrem. Ás vezes, eles simplesmente se vão. Ás vezes, eles agem e te forçam a tomar uma posição. O que devemos entender é que nossas necessidades foram atendidas, nossos desejos preenchidos e o trabalho delas, feito. As suas orações foram atendidas. E agora é tempo de ir.Quando pessoas entram em nossas vidas por uma “Estação”, é porque chegou sua vez de dividir, crescer e aprender. Elas trazem para você a experiência da paz, ou fazem você rir. Elas poderão ensiná-lo algo que você nunca fez. Elas, geralmente, te dão uma quantidade enorme de prazer… Acredite! É real! Mas somente por uma “Estação”.Relacionamentos de uma “Vida Inteira” te ensinam lições para a vida inteira: coisas que você deve construir para ter uma formação emocional sólida. Sua tarefa é aceitar a lição, amar a pessoa, e colocar o que você aprendeu em uso em todos os outros relacionamentos e áreas de sua vida. É dito que o amor é cego, mas a amizade é clarividente. Obrigado por ser parte da minha vida.Pare aqui e simplesmente SORRIA.“Trabalhe como se você não precisasse do dinheiro,Ame como se você nunca tivesse sido magoado, e dance comose ninguém estivesse te observando.”“O maior risco da vida é não fazer NADA.”Uma noite iluminada querida amiga!!!Beijos..........

Hoje uma tristeza me invade lógo cedo... não sei de onde vem só sei que veio e não quer ir embra...

É uma coisa estranha, um nó na garganta, uma tristeza que pesa os olhos e abate o rosto. Estou alheia a tudo e esta tristeza está evidente, pois todos que cruzaram meu caminho hoje perguntaram o que havia de errado... Não consigo rir das piadas dos colegas... estar ativa e participativa então está impossível... sem comentários... Não quero ouvir ninguém... tão pouco interagir... quero apenas silêncio e quarto escuro... Mas infelizmente não posso... alguém tem de mover o Brasil... alguém tem de trabalhar... então que esse alguém seja EU...

Fazia muito tempo que não me sentia assim... não consigo erguer os olhos e sorrir como de costume... meu coração parece cansado, pois bate lentamente... como um homem que vem de uma longa caminhada e tudo que deseja fazer é dormir um pouco...

Não consigo raciocinar... não sei o que está havendo, mas espero que seja passageiro... pois a vida ainda espera algo de mim.

Os teus dedos escorrendo como leite

como mel como chuva como sumo...

...que sede que silêncio que sonata

que saudade de sermos sempre assim...

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

UNIÃO SEM FIM



Quando eu te encontrar

dentro dos teus olhos

quero olhar...

No profundo do teu ser

vou dizer sem nenhuma palavra falar,

que eu te amo tanto

que sempre contigo vou estar...

O silêncio vai gritar

toda saudade que vivi

por longe de ti ficar...

Só de me olhar vai sentir

o amor resplandecer

em nosso encontro,

nossas almas iluminar...

vai ser união sem fim

que o universo vai abençoar...

Sangrando


Quando eu soltar a minha voz por favor, entenda
Que palavras por palavras eis aqui uma pessoa se entregando
Coração na boca, peito aberto, vou sangrando
São as lutas dessa nossa vida que eu estou cantando
Quando eu abrir a minha garganta, essa força tanta
Tudo que você ouvir, esteja certa que eu estarei vivendo
Veja o brilho dos meus olhos e o tremor das minhas mãos
E o meu corpo tão suado, transbordando toda raça e emoção
E se eu chorar e o sal molhar o meu sorriso
Não se espante, cante que o teu canto é minha força pra cantar
Quando eu soltar a minha voz por favor entenda
Que é apenas o meu jeito viver
O que é amar...

terça-feira, 16 de novembro de 2010

O Apego


O apego está relacionado ao agarrar-se. Agarrar algo é um ato superficial, não existencial. Todos nós somos apegados à alguma coisa, entretanto sabemos o quanto sofremos quando temos que abrir mão daquilo que estamos apegados. Saiba que o apego limita nossos verdadeiros desejos. Quandoestamos apegados somos mesquinhos e egoístas e não estamos seguindo o fluxo da natureza.A natureza é desapegada. Por exemplo, quando um pássaro bota um ovo, a mãe está presente até o momento em que seu filhote nasce, cresce e fica forte. Depois, o pequeno pássaro vai buscar o seu próprio caminho. A mãe não se apega ao filhote que agora já é um adulto.Existem diversas formas de apego as quais podemos renunciar. Faça uma reflexão interna e perceba qual apego que existe hoje em sua vida e qual você já estã disposto a deixar fluir:Tipos de ApegoApego ao ego: está relacionado a idéias e pensamentos fixos, sendo que pessoas apegadas ao ego são menos compreensíveis e mais preconceituosas. Atividades junto a natureza propiciam uma quietude interna, onde observamos menos conflitos de egos. Por exemplo, se imagine em uma caminhada na trilha de uma floresta com outras pessoas. Geralmente, aspessoas estão mais interessadas nas paisagens, no clima, nos animais que poderão surgir, sentindo e curtindo o que a natureza tem de bom. Um outroexemplo acontece nos retiros espirituais: exigimos menos e somos exigidos menos também, portanto não há nada que precisa ser provado. Na vida cotidiana estamos sempre pensando em termos de “meu espaço”, “meu tempo”, “meu trabalho”, “meusobjetos”, “meus amigos”. Quando largamos tudo isso, podemos assim permitir que outros entrem em nossas vidas tornando-se mais próximos de nós mesmos.Apego à opiniões estreitas: ocorre quando o indivíduo está apegado à concepções que não funcionam. Pode ocorrer também quando a pessoa estabelece uma opinião fixa em relação à vida de outra pessoa. Porexemplo: quando o pai ou mãe exige que a sua filha siga uma carreira escolhida por um deles. Essas pessoas costumam projetar os seus desejos e opiniões em cima das outras pessoas, sendo que a última palavra deverá ser a dela, tornando a situação desagradável. Uma solução seria usar uma percepção meditativa, sem julgamentos, para abrir nossas mentes e fluir com as idéias – em vez de se fixar nelas.Apego ao princípio do prazer e da dor: podemos perceber esse apego em pessoas dependentes de bebidas, chocolates, vícios, romances que nunca dão certo, família etc. Para exemplificar este tipo de apego imaginem a seguinte cena: uma mulher é questionada se é feliz no casamento e dá a seguinteresposta: “Eu acho que sim, apesar do meu marido bater em mim e no meus filhos, ele é trabalhador, não deixa faltar nada em casa. Enfim, nunca parei para pensar nisso, estamos juntos há tanto tempo. Acho que acostumei com isso, não me vejo sem ele” !!!Esse é um caso fictício, porém típico de apego ao sofrimento. Ficamos tão presos as rotinas familiares de relacionamentos dolorosos que nem sabemos mais como soltá-las e caminhar em outra direção mesmoquando fica evidente que isto é o que nos convém.Apego à ritos e rituais vazios: ocorre quando as pessoas se agarram a dogmas vazios o tempo todo, não sendo capazes de abrirem suas mentes e pensar por si mesmos porque acreditam em alguma coisa simplesmente porque foi dito por alguma autoridade ou porque está escrito em um livro.Apego à visão limitada e míope que só é capaz de enxergar a partir de um único ponto de vista: quando expandimos nossa auto-percepção, passamos a ver, ouvir e sentir a partir de um outro ponto de vista, mais amplo. Podemos sentir a fragrància divina ou intuirmos uma presença impalpável, porém autêntica. Ao nos sentirmos compelidos a aprender e amar,precisamos olhar com mais profundidade para as complexidades de nossas experiências, com todos os seus diversos níveis interligados, dimensões variadas e múltiplas formas de existência.

Bjos no coração.♥

Você deveria ser capaz de estar só, completamente só e, ainda assim, tremendamente feliz. Então, você pode amar.


Então, seu amor não é mais uma necessidade, mas um compartilhar, não mais é uma carência. Você não se tornará dependente das pessoas que você ama. Você compartilhará – e compartilhar é bonito.Mas o que comummente acontece no mundo é: você não tem amor, a pessoa que você pensa que ama não tem nenhum amor em seu ser também, e ambas clamam pelo amor do outro.Dois mendigos mendigando entre si.Como resultado, as brigas, o conflito, a contínua rixa entre os amantes – a respeito de coisastriviais, coisas imateriais, coisas estúpidas! Mas continua-se brigando.O conflito básico surge porque o marido acha que não está recebendo o que tem direito de receber, a mulher acha que não está recebendo o que tem direito de receber.A mulher acha que foi enganada e o marido também acha que foi enganado.Onde está o amor?Ninguém está preocupado em dar, todo mundo quer receber.E quando todo mundo está atrás de receber, ninguém recebe.E todo mundo se sente perturbado, vazio, tenso.A fundação básica está faltando, e você começa a construir o templo sem a fundação. Ele irá cair, desabar a qualquer momento. E você sabe quantas vezes seu amor ruiu. E, ainda assim, você prossegue fazendo a mesma coisa repetidamente. Você vive em tal grau de inconsciência!Você não vê o que você tem feito à sua vida e à vida das outras pessoas.Você continua, como um robô, repetindo o velho padrão, sabendo perfeitamente bem que você já fez isso antes. E você sabe qual tem sido, sempre, o resultado. E lá no fundo você também está ciente de que vai acontecer o mesmo novamente – porque não há nenhuma diferença. Você está se preparando para a mesma conclusão, o mesmo colapso.Se há algo que você deve aprender do fracasso do amor, é: torne-se mais consciente, mais meditativo. E por meditação eu quero dizer a capacidade de estar alegre sozinho.Muito raras pessoas são capazes de estarem felizes sem absolutamente nenhuma razão – simplesmente sentar-se em silêncio e completa felicidade! Os outros acharão essas pessoas loucas, porque a ideia de felicidade é que ela tem que vir de alguém.Você encontra uma linda mulher e você fica feliz, ou você encontra um homem belo e você fica feliz.Sentar-se em silêncio em seu quarto e feliz?!Feliz desse jeito!?Você deve estar louco!As pessoas vão suspeitar que você está usando alguma droga, que você está chapado. Sim, a meditação é o LSD definitivo. Ela está libertando seus poderes psicadélicos. Está libertando seu próprio esplendor aprisionado.E você se torna tão alegre, surge uma tal celebração em seu ser, que você não necessita de nenhum relacionamento.Você pode se relacionar com as pessoas....E esta é a diferença entre relacionar-se e relacionamento:relacionamento é uma coisa: você se apega a ele;relacionar-se é um fluxo, um movimento, um processo.Você encontra uma pessoa, e você ama, porque você tem muito amor disponível.

Beijos no coração.♥

Coisas do amor


Por que um coração escolhe o outro, nunca vou saber. Há coisas para as quais não temos respostas, nem explicações, são mistérios da vida. Às vezes o amor toma conta da gente sem pedir licença. Chega devagarinho, muitas vezes disfarçado, invade e pronto: se instala! E mesmo se dizemos não, ele fica lá, teimoso, empacado. E aí não tem jeito, precisamos conviver com ele, aceitá-lo. Porque ele não desiste facilmente uma vez que decidiu enviar as flechas numa determinada direção. Ele contraria nossas regras, às vezes mesmo nossos gostos, nos faz fazer coisas que antes julgávamos ridículas, nos deixa bobos e felizes. Muda nossos hábitos, nos faz amar música lenta, sonhar acordados e passar noites em claro, ou então nos acorda em plena madrugada. E nos faz ver estrelas, gostar de lua e de poesia. Ah! O amor nos faz perder o juízo! Torna adolescentes em adultos e velhos em adolescentes: não existe regra, não existe idade, não existe nada além dele. Se é surpresa para corações jovens, para os mais vividos é um presente dos céus, pois chegou na hora em que não se acreditava mais possível. A esse é dado mais valor, nem mesmo tem preço.Ele nos faz andar sem ter os pés na terra, nos dá asas, nos transporta e muitas vezes nos fere. Mas de ferida boa, dessas que a gente sofre mas conhece o remédio. Ah! E esse remédio!... Cura tudo, esquece tudo. A raiva da manhã já não tem mais o mesmo sentido à noite. O amor passa esponja como ninguém, só ele mesmo é que conta. E esse amor que nos libera e nos deixa cativos é também a razão da nossa esperança, porque nos motiva, nos incita a ir mais além, nos dá força e coragem, mesmo se às vezes parece nos deixar débeis e frágeis. Mas ele é contraditório e, por isso mesmo, fascinante. Com ele vivemos; sem ele, apenas passamos pela vida. São assim as coisas do amor.

Um no seu coração.♥

Há coisas que não são para se perceberem. Esta é uma delas. Tenho uma coisa para dizer e não sei como hei-de dizê-la. Muito do que se segue pode ser, por isso, incompreensível. A culpa é minha. O que for incompreensível não é mesmo para se perceber. Não é por falta de clareza. Serei muito claro. Eu próprio percebo pouco do que tenho para dizer. Mas tenho de dizê-lo.

O que quero é fazer o elogio do amor puro. Parece-me que já ninguém se apaixonade verdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceita amar sem uma razão. Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dá jeito. Porque são colegas e estão ali mesmo ao lado. Porque se dão bem e não se chateiam muito. Porque faz sentido. Porque é mais barato, por causa da casa. Por causa da cama. Por causa das cuecas e das calças e das contas da lavandaria.

Hoje em dia as pessoas fazem contratos pré-nupciais, discutem tudo de antemão, fazem planos e à mínima merdinha entram logo em "diálogo". O amor passou a ser passível de ser combinado. Os amantes tornaram-se sócios.Reúnem-se, discutem problemas, tomam decisões. O amor transformou-se numa variante psico-sócio-bio-ecológica de camaradagem. A paixão, que devia ser desmedida, é na medida do possível. O amor tornou-se uma questão prática. O resultado é que as pessoas, em vez de se apaixonarem de verdade, ficam "praticamente" apaixonadas.

Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido, do amor doente, do único amor verdadeiro que há,estou farto de conversas, farto de compreensões, farto de conveniências de serviço.
Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do "tá bem, tudo bem", tomadores de bicas, alcançadores de compromissos, bananóides, borra-botas, matadores do romance, romanticidas. Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo?

O amor é uma coisa, a vida é outra. O amor não é para ser uma ajudinha. Não é para ser o alívio, o repouso, o intervalo, a pancadinha nas costas, a pausa que refresca, o pronto-socorro da tortuosa estrada da vida,o nosso "dá lá um jeitinho sentimental". Odeio esta mania contemporânea por sopas e descanso. Odeio os novos casalinhos. Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria, maluquice, facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trespassada ao pessoal da pantufa e da serenidade. Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo. O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não é para nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. É uma questão de azar.

O nosso amor não é para nos amar, para nos levar de repente ao céu, a tempo ainda de apanhar um bocadinho de inferno aberto. O amor é uma coisa, a vida é outra. A vida às vezes mata o amor. A "vidinha" é uma convivência assassina. O amor puro não é um meio, não é um fim, não é um princípio, não é um destino. O amor puro é uma condição. Tem tanto a ver com a vida de cada um como o clima. O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende.

O amor é uma verdade. É por isso que a ilusão é necessária. A ilusão é bonita, não faz mal. Que se invente e minta e sonhe o que quiser. O amor é uma coisa, a vida é outra. A realidade pode matar, o amor é mais bonito que a vida. A vida que se lixe. Num momento, num olhar, o coração apanha-se para sempre. Ama-se alguém. Por muito longe, por muito difícil, por muito desesperadamente. O coração guarda o que se nos escapa das mãos. E durante o dia e durante a vida, quando não esta lá quem se ama, não é ela que nos acompanha - é o nosso amor, o amor que se lhe tem. Não é para perceber. É sinal de amor puro não se perceber, amar e não se ter, querer e não guardar a esperança, doer sem ficar magoado,viver sozinho, triste, mas mais acompanhado de quem vive feliz. Não se pode ceder. Não se pode resistir. A vida é uma coisa, o amor é outra. A vida dura a Vida inteira, o amor não.
Só um mundo de amor pode durar a vida inteira. E valê-la também.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010


"Pare de procurar preencher as expectativas dos outros, e pare de esperar que os outros preencham as suas. Lembre-se: se você sofrer, você estará sofrendo por sua causa; se os outros sofrem, eles sofrem por causa deles. Ninguém sofre por causa dos outros – lembre-se disso profundamente. Somente então você será capaz de ser realmente sincero para com seu ser interior. "

MOMENTOS...de decisões,momentos de escolhas,momentos de solidão,momentos a dois,momentos de partidas,momentos que em frações de segundos,decidimos nossos caminhos...momentos que farão de frações...eternos dividendos...momentos que nos tornarão herois ou covardes,que nos farão odiar ou amar...


É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem saber ver.

Paixão


Amo tua voz e tua cor
E teu jeito de fazer amor
Revirando os olhos e o tapete
Suspirando em falsete
Coisas que eu nem sei contar
Ser feliz é tudo que se quer
Ah! Esse maldito fecho eclair
De repente a gente rasga a roupa
E uma febre muito louca
Faz o corpo arrepiar
Depois do terceiro ou quarto copo
Tudo que vier eu topo
Tudo que vier, vem bem
Quando bebo perco o juízo
Não me responsabilizo
Nem por mim, nem por ninguém

Não quero ficar na tua vida
Como uma paixão mal resolvida
Dessas que a gente tem ciúme
E se encharca de perfume
Faz que tenta se matar
Vou ficar até o fim do dia
Decorando tua geografia
E essa aventura em carne e osso
Deixa marcas no pescoço
Faz a gente levitar
Tens um não sei que de paraíso
E o corpo mais preciso
Que o mais lindo dos mortais
Tens uma beleza infinita
E a boca mais bonita
Que a minha já tocou

Quem és tu


Quem és tu que assim vens pela noite adiante,
Pisando o luar branco dos caminhos,
Sob o rumor das folhas inspiradas?
A perfeição nasce do eco dos teus passos,

E a tua presença acorda a plenitude
A que as coisas tinham sido destinadas.
A história da noite é o gesto dos teus braços,

O ardor do vento a tua juventude,
E o teu andar é a beleza das estradas.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Ausência


Num deserto sem água

Numa noite sem lua

Num país sem nome

Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero

Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.


Eu quero é MENOS !
• menos roupa ,
• menos cabeça quente ,
• menos falta de tempo ,
• menos resolver
TUDO por e-mail ,
• menos distância ...
ahh, eu quero menos pra mim
e quer saber ?
eu desejo o
MESMO pra você !

Guardei-me para ti


Guardei-me para ti como um segredo
Que eu mesma não desvendei:
Há notas nesta guitarra que não toquei,
Há praias na minha ilha que nem andei.
É preciso que me tomes, além do riso e do olhar,
Naquilo que não conheço e adivinhei;
É preciso que me ensines a canção do que serei
E me cries com teu gesto
Que nem sonhei.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Quando fecho os olhos


É tão bom fechar os olhos
E sentir você por perto.
Posso sentir seu hálito em meus cabelos
Posso ouvir sua voz me sussurrando
Coisas que só você dizia...
Seus olhos me sorrindo em silêncio
Suas mãos percorrendo minhas curvas...
Num carinho tão lindo
Num momento todo nosso
Em que a gente se perdia
No tempo, no universo
Entre mãos e bocas
Apaixonadas...
Posso sentir você
Em cada verso
Que nem chego
A escrever...
Prefiro senti-los
Dentro de mim
E reviver você.

Um dia de cada vez...


São bocados de lembranças atadas ao tempo...
Que parecem não ter forma, ambiente, sequer cor.
Ensurdeço nessa ânsia de atrasar o tal momento...
Desejo infinito de ouvir o pulsar, sentir o calor .
Nossos opostos acumulados eram emoção e razão...
Feitas da mesma matéria, éramos causa e efeito.
Hoje meu olhar vaga, nada assimila com exatidão.
É meu coração pulsando...agora fora do peito.
E fica uma sensação de busca interminável...
Parece esquina errada...assunto mal acabado...
Hoje, metade de mim domina a dor implacável,
A outra... a Força e Fé ...
Vivo com Altivez...
Sustentando essa saudade... um dia de cada vez !!!

Construí amigos, enfrentei derrotas, venci obstáculos, bati na porta da vida e disse-lhe: Não tenho medo de vivê-la.

Mesmo assim eu não esquecia dele. Em parte porque seria impossível esquecê-lo, em parte também, principalmente, porque não desejava isso.

terça-feira, 9 de novembro de 2010


Minha meta, minha metade
Minha seta, minha saudade
Minha diva, meu divã
Minha manha, meu amanhã....


"Vai passar, tu sabes que vai passar. Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada 'impulso vital'. Pois esse impulso ás vezes cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como 'estou contente outra vez'"

Matar o sonho é matarmo-nos. É mutilar a nossa alma. O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso.

Chorei porque não era mais uma criança com a fé cega de criança. Chorei porque não podia mais acreditar e adoro acreditar. Chorei porque daqui em diante chorarei menos. Chorei porque perdi a minha dor e ainda não estou acostumada com a ausência dela.


Me nego a viver em um mundo ordinário como uma mulher ordinária.
A estabelecer relações ordinárias.Necessito o êxtase. Não me adaptarei ao mundo. Me adapto a mim mesma.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010


Acordei no meio da noite

Olhei para o lado na esperança de te encontrar

Mas foi apenas outro sonho

Mais um de tantos que tenho


Sonhos esses nos quais você está comigo

E que estão tão juntos que quase nada nos separa

A única coisa que te tira dos meus braços é o som do despertador

Anunciando o começo de um novo dia (mais um sem você)

Dias e dias que sinto a tua falta

Que, às vezes, parece que não acabarão

Fico torcendo para que virem noite

E que eu possa dormir e voltar a sentir teu corpo junto ao meu

Acreditando que um dia esses sonhos tornarão-se realidade.


NOSSO DESEJO...

Feche seus olhos e deixe que eu te beije
De forma lenta e deliciosamente gostosa
Sinta minha língua
Meu calor
Meu sabor
Sinta meu beijo mais molhado
O meu desejo mais ousado
Pois não sou santa
Eu posso ser insana em teus braços
ou uma dama,
Mas também posso ser sua fantasia
mais louca e mais desejada
Para isso basta começar a me beijar
Solte sua imaginação e não tenha medo
Venha com sua boca que eu te encho de paixão
Como, bebo, dou, pego,...me entrego
Basta beijar....Beija que eu te beije sem parar!!



Deveríamos ser como borboletas,
e ter a coragem de enfrentar
a metamorfose da vida,
para sermos livres.

Me dá um beijo?
Mas não quero um beijo qualquer.
Quero um beijo bem gostoso,com teu gosto de mulher
Quero um beijo que me excite.
Que me faça te desejar.
Quero um beijo que me agite.
Que me mostre teu jeito de amar.
Quero um beijo de emoção.
Que mexa dentro de mim.
Que me faça perder a respiração.
Que me faça querer não ter fim.
Quero um beijo com ardor.
Que me faça querer mais.
Quero um beijo de fazer amor.
Como só você me faz.

Até Você Passar


O que a gente vai fazer com essa paixão??
Distraido coração...
Eu fiz festa pra esse amor a noite inteira
E amanhece a ilusão...
Nada sobre o silêncio
Hoje eu vou ficar aqui até você passar
O que a gente vai fazer com essa paixão??
Distrair da solidão...
Que passeia em frente a minha lua cheia
Sem deixar sombras no chão
Nada sobre o silêncio
Eu não vou sair daqui até você passar
Nem um sinal, nem um recado
Hoje é melhor deixar o amor fora do Ar!
Tudo acontece, eu sei, tudo se entende
E de repente tudo volta pro lugar

O que a gente vai fazer com essa paixão??
Distrair da solidão...
Que passeia em frente a minha lua cheia
Sem deixar sombras no chão
Nada sobre silêncio
Eu não vou sair daqui até você passar!!
Nem um sinal, nem um recado
Hoje é melhor deixar o amor fora do Ar!!
Tudo acontece, eu sei, tudo se entende
E de repente tudo volta pro lugar
Nem um sinal, nem um recado
Hoje é melhor deixar o amor fora do Ar...
Tudo acontece, eu sei, tudo se entende
E de repente tudo volta pro lugar
Nem um sinal, nem um recado
Hoje é melhor deixar o amor fora do Ar
Tudo acontece, eu sei, tudo se entende
E de repente tudo volta pro mesmo lugar!!!



SAUDADES...

domingo, 7 de novembro de 2010


Eu não me acostume sem seus beijo
E não sei viver sem seus abraços
Aprendi que pouco tempo é muito
Se estou longo dos seus abraços
E por isso te procuro tanto
E te telefono a toda hora
Pra dizer mais uma vez "te amo"
Como estou dizendo agora

sexta-feira, 5 de novembro de 2010


".... O que o mundo precisa é de um exército de gente feliz, capaz de doar um pouco de si e do que sabe, capaz de fazer a diferença na vida de algumas pessoas.
Meus braços não são do tamanho do mundo, mas foram feitos no tamanho exato de abraçar alguém...."

De longe te hei de amar


De longe te hei de amar,
- da tranquila distância
em que o amor é saudade
e o desejo a constância.

Do divino lugar
onde o bem da existência
é ser eternidade
e parecer ausência.

Quem precisa explicar
o momento e a fragrância
da Rosa, que persuade
sem nenhuma arrogância?

E, no fundo do mar,
a estrela, sem violência,
cumpre a sua verdade,
alheia à transparência.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010


Te amo, beijo em tua boca a alegria.

"Eu prefiro ter a beijado uma vez, ter a abraçado uma vez, ter a tocado uma vez do que passar a eternidade sem isso."

De Janeiro a Janeiro


Não consigo olhar no fundo dos seus olhos
E enxergar as coisas que me deixam no ar, me deixam no ar
As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar

Outra vez, eu tive que fugir
Eu tive que correr, pra não me entregar
As loucuras que me levam até você
Me fazem esquecer, que eu não posso chorar

Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A conseqüência do destino é o amor, pra sempre vou te amar

Mas talvez, você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor, não será passageiro
Te amarei de Janeiro a janeiro
Até o mundo acabar

quarta-feira, 3 de novembro de 2010


Mãos que se perdem

Línguas que se encontram

Pele

Seda

Salivas

Poros que se grudam

Corpos que se fundem

Estrelas que nascem

No céu dos amantes


beijo colorido

beijo estaladinho

beijo de amigo

beijo rapidinho

beijo de esquimó

beijo assoprado

beijo palpitante

beijo demorado

beijo que desperta

beijo que demonstra

beijo viajante

beijo de lembrança

beijo musical

beijo de mordida


pode ser um tanto banal

mas beijo sempre é beijo

e todo mundo gosta de beijar



Negues que me deseja
Pode negar...
Mas estou em teus sonhos
nos teus olhos e entranhas
Sou eu que te dou prazer
que te encho de Beijos
que satisfaço
teus mais secretos Desejos
Negues
Mas sei que Sou
teu carma, teu vicio
teu pouso suave
Sou, sua menina
tua música... tua loucura
Tuas noites e madrugadas
Sou tua estrela guia
Tua Secreta PAIXÃO

Súplica


Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.

Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria...
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada.